quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Partida em flores

É primavera,
Mas em qualquer estação eu lhe deixo flores.
Parar,
Ir andando até a floricultura,
Escolher,
Preparar a água,
Cortar os galhos,
Tirar espinhos e arestas.
Esse já é um ritual de minhas idas e vindas em você.
Dessa vez não deixo apenas rosas,
Trouxe as gérberas,
Mais delicadas.
Eu parto,
Mas as flores ficam...
Ficam os cheiros.
As saudades,
O cuidado,
O carinho.
E o amor.